Painel do Cliente Novo Cadastro

Atendimento

Atendimento

55 3322-5694

Baixar Catálogo

Baixar

Catálogo

Meus Pedidos

Meus

Pedidos

Minha Conta

Minha

Conta

Seja uma Revenda

Seja uma

Revenda

Rede Shop Rural Ordenhadeira Ordenha Rede Shop Rural Ordenhadeira Ordenha
MenuMenu

Painel do Cliente

Conjunto de Ordenha
Depósito de Vácuo
Kit Instalação de Ordenha
Medidor de Leite
Ordenha 1 vaca por vez
Ordenha até 2 vacas por vez
Ordenha até 3 vacas por vez
Ordenha até 4 vacas por vez
Ordenha até 5 vacas por vez
Ordenhadeira Canalizada
Ordenhadeira Completa
Ordenhadeira Movel
Unidades de Vácuo
Correias
Esticadores de Correia
Oleo
Peças de Borracha
Peças para Vácuo
Pulsadores e Peças
Reguladores de Vácuo
Transferidor
Bombas de transferência
Bombas de vácuo
Contactoras
Disjuntores
Motores Alta Rotação
Motores Baixa Rotação
Palhetas
Polias em Alumínio
Polias em Ferro
Retentores
Rolamentos
Selos Mecânicos
Base para Coletores de Leite
Capas de Teteira
Peças para Coletores
Tampas de Coletores
Válvulas TIP TOP
Jardim
Mangueiras Espiral
Mangueiras para Ordenha
INABOR
prime
Teteira de Borracha Prime
Teteira em Borracha
Teteira em Silicone
Teteira Importada
Teteira Triangular
Aplicadores
Aquecedores Solares/Elétricos
Escovas
Filtros
Lavador e Peças
Placas Solares
Produtos Químicos
Resistência
Eletrificadores
Veterinária
Abraçadeiras
Abraçadeiras Rosca sem fim
Botas
Equipamentos de Aferição
Ferramentas
Laticínios
Mochadores
Peças Caminhão
Peças em PVC
Transformadores

Resfriamento de vacas leiteiras amplia eficiência

Publicada em 16 de Outubro 2019.

Resfriamento de vacas leiteiras amplia eficiência

Aumento da produção, melhoria na eficiência alimentar, ampliação da fertilidade, avanço na resposta imune do animal, redução de problemas clínicos e despesas com medicamentos são alguns dos benefícios proporcionados pelo resfriamento de vacas leiteiras. Esse tema foi abordado, na última semana, para 29 técnicos durante curso promovido pelo Santafé Agroinstituto, com correalização do Sebrae/SC, no Hotel Mogano Business, em Chapecó. A qualificação integra as ações do projeto “Encadeamento Produtivo Aurora Alimentos – Sebrae/SC: suínos, aves e leite”, desenvolvido em parceria com cooperativas e entidades.

O curso teve como objetivo proporcionar conhecimento prático, principalmente aos técnicos que atuam no campo, a fim de levar novas informações e tecnologias aos produtores rurais. O assunto foi abordado pelo especialista em estresse térmico em vacas leiteiras, Israel Flamenbaum, que possui PhD pela Hebrew University of Jesuralém e foi diretor por 16 anos da área da bovinocultura leiteira do Ministério da Agricultura de Israel. A tradução simultânea foi do médico veterinário, especialista em gestão de fazenda de leite Adriano Siqueira Seddon, que introduziu no Brasil o sistema compost barn. Esse sistema visa reduzir custos de implantação e manutenção, melhorar índices produtivos e sanitários dos rebanhos e possibilitar o uso correto de dejetos orgânicos provenientes da atividade leiteira.

O sistema de resfriamento de vacas leiteiras pode ser implantado em pequenas propriedades rurais ou em fazendas de grande porte. O intuito é melhorar o bem-estar dos animais, ampliar a eficiência e aumentar o padrão e qualidade de vida do empresário rural. De acordo com Flamenbaum, ao adotar esse sistema em Santa Catarina a produção expandiria em 1.500 litros por vaca/ano, os custos alimentares diminuiriam em 10% em função da melhoria da eficiência alimentar e haveria avanço na fertilidade das vacas pela redução no intervalo entre os partos, fazendo com que cada animal tenha incremento da rentabilidade.

“Nossos cálculos comprovam que podemos melhorar o retorno de cada vaca em Santa Catarina em aproximadamente R$ 1,2 mil. Então, se considerarmos a introdução do sistema de resfriamento e sua utilização correta, a produção catarinense de leite poderia ampliar em até 300 milhões de litros/ano, com incremento da renda do produtor em até R$ 230 milhões/ano”, ressaltou o especialista.

Para o resfriamento adequado de uma vaca é necessário investir o valor aproximado de R$ 1,5 mil para aquisição de equipamentos. Além disso, o custo operacional em energia, água e mão de obra será de R$ 150 por animal. “O retorno desse investimento se dá em até dois anos, por isso ao considerar o custo-benefício conclui-se que não há outra tecnologia que possa ser utilizada nesse setor que agregue tanto valor e que tenha retorno tão rápido quanto o resfriamento de vacas”, analisou Flamenbaum.

O desafiou, segundo o especialista, está relacionado a falta de conhecimento sobre a maneira adequada em utilizar o sistema e nas vantagens proporcionadas, principalmente, na eficiência e rentabilidade. “O objetivo do curso foi transmitir conhecimentos e treinar os profissionais para que possam usar essa tecnologia para obter bons frutos, afinal é necessário resfriar as vacas durante todo o ano e em todas as fases de lactação tanto para vacas secas quanto em vacas em lactação”, comentou.

 

Fonte: https://www.agrolink.com.br/noticias/resfriamento-de-vacas-leiteiras-amplia-eficiencia_424795.html 

Leia mais

Custo da produção abaixa depois da suspensão das tarifas de importação

Custo da produção abaixa depois da suspensão das tarifas de importação

Como fica o mercado leiteiro para Outubro

Como fica o mercado leiteiro para Outubro

Como aumentar a produtividade leiteira

Como aumentar a produtividade leiteira

Cresce a produção global de leite

Cresce a produção global de leite

Futuro dos lácteos no Brasil: como será após a pandemia?

Futuro dos lácteos no Brasil: como será após a pandemia?

Novo recorde no preço do leite

Novo recorde no preço do leite

Tendência de alta no preço do leite vai continuar

Tendência de alta no preço do leite vai continuar

Vamos nos preparar para exportar leite

Vamos nos preparar para exportar leite

Mercado de lácteos segue aquecido neste mês

Mercado de lácteos segue aquecido neste mês

Santa Catarina é o 4º maior produtor de leite no ranking nacional

Santa Catarina é o 4º maior produtor de leite no ranking nacional

Pagamento

Cartões de Crédito e Débito, Depósito e Boleto.
Trabalhamos com PagSeguro

Segurança

Site certificado em uma das
maiores autoridades do mundo

*No cartão de crédito. Ofertas válidas até o término de nossos estoques. Vendas sujeitas a análise e confirmação de dados.
Preços e condições de pagamento exclusivos para compras via internet. Imagens ilustrativas.
RS RURAL DISTRIBUIDORA LTDA ME - CNPJ: 23.816.237/0001­40.
Travessa Maria Aldina Zago, 1566 - Bairro: Brum - CEP 98035-265 - Cruz Alta - RS.
Contato: contato@redeshoprural.com.br ou (55) 3322-5694.
© 2017-2020 Rede Shop Rural
Rede Shop Rural - Distribuidora de peças de ordenhadeira e equipamentos Loja desenvolvida pela Netface