Painel do Cliente Novo Cadastro

Atendimento

Atendimento

55 3322-5694

Baixar Catálogo

Baixar

Catálogo

Meus Pedidos

Meus

Pedidos

Minha Conta

Minha

Conta

Seja uma Revenda

Seja uma

Revenda

Rede Shop Rural Ordenhadeira Ordenha Rede Shop Rural Ordenhadeira Ordenha
MenuMenu

Painel do Cliente

Conjunto de Ordenha
Depósito de Vácuo
Kit Instalação de Ordenha
Medidor de Leite
Ordenha 1 vaca por vez
Ordenha até 2 vacas por vez
Ordenha até 3 vacas por vez
Ordenha até 4 vacas por vez
Ordenha até 5 vacas por vez
Ordenhadeira Canalizada
Ordenhadeira Completa
Ordenhadeira Movel
Unidades de Vácuo
Correias
Esticadores de Correia
Oleo
Peças de Borracha
Peças para Vácuo
Pulsadores e Peças
Reguladores de Vácuo
Transferidor
Bombas de transferência
Bombas de vácuo
Contactoras
Disjuntores
Motores Alta Rotação
Motores Baixa Rotação
Palhetas
Polias em Alumínio
Polias em Ferro
Retentores
Rolamentos
Selos Mecânicos
Base para Coletores de Leite
Capas de Teteira
Peças para Coletores
Tampas de Coletores
Válvulas TIP TOP
Jardim
Mangueiras Espiral
Mangueiras para Ordenha
INABOR
prime
Teteira de Borracha Prime
Teteira em Borracha
Teteira em Silicone
Teteira Importada
Teteira Triangular
Aplicadores
Aquecedores Solares/Elétricos
Escovas
Filtros
Lavador e Peças
Placas Solares
Produtos Químicos
Resistência
Eletrificadores
Veterinária
Abraçadeiras
Abraçadeiras Rosca sem fim
Botas
Equipamentos de Aferição
Ferramentas
Laticínios
Mochadores
Peças Caminhão
Peças em PVC
Transformadores

Produtor precisa investir em tecnologia para ganhar competitividade

Publicada em 25 de Abril 2019.

Produtor precisa investir em tecnologia para ganhar competitividade

Apesar de ser dono de bons índices de produtividade comparado ao restante do país, o Rio Grande do Sul ainda precisa extrair mais leite por animal. Esse é um consenso entre pesquisadores, economistas e lideranças do segmento leiteiro, que apontam que o aumento de produtividade no campo está diretamente ligado à maior competitividade do produto.

O presidente do Sindicato da Indústria de Laticínios e Produtos Derivados do Rio Grande do Sul (Sindilat-RS), Alexandre Guerra, explica que o segredo no campo é “diluir custos” e, para isso, é preciso “ter produtividade e escala de produção”.

Além de conhecer seus custos, a indústria orienta o pecuarista de leite não só a buscar mais volume por animal, mas também a ter cuidado com a qualidade, outro fator determinante que ajuda na exportação. “A competitividade não está baseada somente em volume, mas em qualidade. Se o produtor tem uma boa genética trabalhada para o animal produzir mais sólidos e com produção maior e custo menor, eu vou, por exemplo, gastar menos volume de leite para fazer um quilo de queijo”, explica Guerra.

A geração desses dados ajuda muito na tomada de decisão do produtor e, consequentemente, pode fazê-lo economizar. No Brasil, essas tecnologias são privilégio de grandes produtores e, por isso, podem ser caras em muitos casos.

“O ideal era que elas fossem massificadas, pois na medida em que mais produtores aderem, elas vão ficando mais baratas”, acredita o pesquisador da Embrapa.

Mas no Rio Grande do Sul, onde as propriedades que se dedicam à atividade são na sua maioria pequenas a de gestão familiar, falar em alta tecnologia ainda está longe do alcance de muitos por questões financeiras. “Essas tecnologias são para 20% dos produtores, aqueles pecuaristas que já têm alta produtividade”, reconhece Alexandre Guerra.

O presidente do Sindilat-RS afirma ainda que quem quer aumentar volume é obrigado a investir e não fazer isso representa exclusão. “Cada vez mais vai ter concentração de produção e isso é uma realidade, a lei da sobrevivência. É por isso que o governo tem que nos ajudar também a proteger mercado, senão muita gente vai ser excluída da atividade”.

Mesmo com o constante estímulo à maior produção, vale lembrar que o Rio Grande do Sul é dono de ótimos índices: dos cem municípios com melhor produtividade no país, 51 são gaúchos, segundo a Embrapa Gado de Leite. Em 2016, a produção anual por vaca foi de 3,1 mil litros, em média, segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Em Minas Gerais, por exemplo, a produtividade média cai para 1,8 mil litros.

O Brasil é o terceiro maior produtor de leite do mundo, mas não figura entre os maiores importadores e exportadores.

No período 2000-2017, o Brasil foi o país que apresentou o segundo maior crescimento em produção do mundo: cresceu 65% e só perdeu para a Nova Zelândia. Metade deste crescimento ocorreu nos estados da região Sul (35,7%).

 

 

Fonte:https://canalrural.uol.com.br/noticias/pecuaria/leite/leite-produtor-precisa-investir-em-tecnologia-para-ganhar-competitividade/ 

Leia mais

Futuro dos lácteos no Brasil: como será após a pandemia?

Futuro dos lácteos no Brasil: como será após a pandemia?

Novo recorde no preço do leite

Novo recorde no preço do leite

Tendência de alta no preço do leite vai continuar

Tendência de alta no preço do leite vai continuar

Vamos nos preparar para exportar leite

Vamos nos preparar para exportar leite

Mercado de lácteos segue aquecido neste mês

Mercado de lácteos segue aquecido neste mês

Santa Catarina é o 4º maior produtor de leite no ranking nacional

Santa Catarina é o 4º maior produtor de leite no ranking nacional

Produção de leite: orgulho para o produtor

Produção de leite: orgulho para o produtor

Perspectivas do mercado lácteo para Julho

Perspectivas do mercado lácteo para Julho

Estiagem e alternativas para os produtores de leite

Estiagem e alternativas para os produtores de leite

Produza até 10 litros de leite a mais por dia

Produza até 10 litros de leite a mais por dia

Pagamento

Cartões de Crédito e Débito, Depósito e Boleto.
Trabalhamos com PagSeguro

Segurança

Site certificado em uma das
maiores autoridades do mundo

*No cartão de crédito. Ofertas válidas até o término de nossos estoques. Vendas sujeitas a análise e confirmação de dados.
Preços e condições de pagamento exclusivos para compras via internet. Imagens ilustrativas.
RS RURAL DISTRIBUIDORA LTDA ME - CNPJ: 23.816.237/0001­40.
Travessa Maria Aldina Zago, 1566 - Bairro: Brum - CEP 98035-265 - Cruz Alta - RS.
Contato: contato@redeshoprural.com.br ou (55) 3322-5694.
© 2017-2020 Rede Shop Rural
Rede Shop Rural - Distribuidora de peças de ordenhadeira e equipamentos
Loja desenvolvida pela Netface